Os pilotos de Fórmula 1 se preparam nesta semana para a disputa do GP da Bélgica, no circuito de Spa-Francorchamps, que terá sua corrida sendo realizada no domingo (23), mas um assunto sobre o futuro na categoria dominou a entrevista do finlandês Valtteri Bottas, da Williams. O companheiro de equipe do brasileiro Felipe Massa criticou a postura da imprensa após a confirmação da renovação de contrato do compatriota Kimi Raikkonen com a Ferrari.

As críticas do piloto vieram porque foi noticiado durante a pausa para as férias de verão da Fórmula 1 que Bottas já terá até um pré-contrato com a escuderia italiana. "Acho que é mais fácil agora para mim, para a Williams, para Kimi e para a Ferrari. Agora não existem mais rumores, só fatos, e acho que isso prova que muitos rumores não têm nada de verdade... mas a F-1 é assim", afirmou.

Bottas fez questão de negar que sequer fechou um pré-contrato com os italianos, ao contrário do que foi divulgado. "Em determinado momento, escreveram que eu tinha um pré-contrato, o que não é verdade. Em que acreditar então? Claro que você precisa ver o que há de disponível, mas agora eles tomaram a decisão e é muito claro para todos qual é a situação. Para mim, não muda nada".

O finlandês reclamou que esta notícia chagou a atrapalhar a relação dentro da própria Williams. "Foi desnecessário porque a maior parte (dos rumores) não era verdade. Isso não ajuda a ninguém. Por exemplo: não me ajuda na relação com minha equipe, então não é justo conosco, ou com Kimi, ou com a Ferrari".