Felipe Massa se mostrou simpático à difícil situação vivida por Kimi Raikkonen na Ferrari. Com a experiência de quem já passou por momento semelhante, o brasileiro afirmou nesta quinta-feira ( que os erros cometidos pelo piloto finlandês nas últimas corridas se devem à pressão sofrida na equipe italiana.

Raikkonen tem contrato somente até o fim do ano e vem sendo cobrado publicamente pela direção da Ferrari. O chefe da equipe, Maurizio Arrivabene, já afirmou que a renovação do contrato do finlandês está condicionada a bons resultados ao longo da atual temporada. Raikkonen vem sendo superado com frequência pelo companheiro alemão Sebastian Vettel.

Na avaliação de Massa, que defendeu as cores da Ferrari por oito anos, a pressão está afetando a confiança do finlandês. "Um dos problemas do Kimi é esse [mental]. Não é fácil estar nesta posição e, com certeza, ele está sofrendo mais com a pressão do que outros pilotos", afirmou o brasileiro.

Para o piloto da Williams, nem mesmo o "Iceman" (homem de gelo) resiste às cobranças na Ferrari. "Todo mundo chama ele de 'Iceman', mas ele não é exatamente assim. Com certeza, ele pode sofrer com a pressão e mostra isso com os [últimos] resultados", disse Massa, que deixou a Ferrari no fim de 2013.

Raikkonen causou críticas na Ferrari nas últimas duas corridas por conta de erros bobos que custaram pontos preciosos à equipe no Mundial de Construtores. No GP do Canadá, ele rodou sozinho nas voltas finais e caiu do terceiro para o quarto lugar, perdendo lugar no pódio. Na etapa seguinte, na Áustria, deixou a corrida logo na primeira curva ao perder o controle do carro - levou consigo a McLaren de Fernando Alonso.

Massa acredita que as falhas não se devem à falta de habilidade do finlandês. "Ele, com certeza, tem um grande talento e pode fazer muito mais do que está fazendo. Todo mundo sabe disso", declarou o brasileiro, companheiro de Raikkonen na própria Ferrari, entre 2007 e 2009.

"Eu sofri muita pressão [na Ferrari] em momentos difíceis. Ele só precisa relaxar para poder dar o seu melhor", comparou Massa. O brasileiro deixou a equipe italiana após ser preterido por Alonso em suas últimas temporadas vestindo o macacão vermelho. Atualmente na Williams, ele diz não se arrepender da troca de equipes realizada no fim de 2013.