O inglês Lewis Hamilton chega ao GP da Bélgica, que será realizado neste domingo (2) no circuito de Spa-Francorchamps, motivado para lutar pelo título mundial após vencer a última corrida antes da paralisação da temporada 2012 da Fórmula 1. O piloto da McLaren venceu o GP da Hungria em 29 de julho e acredita que as próximas provas serão decisivas para a definição do campeonato.

"Dada a imprevisibilidade do esporte, eu acho que ainda é difícil prever com precisão quem vai ganhar o próximo GP, mas acho que as próximas semanas devem nos dar uma ideia muito mais clara do destino do título mundial", disse Hamilton, que está em quarto lugar no Mundial de Pilotos, com 117 pontos, 47 atrás do espanhol Fernando Alonso, que lidera o campeonato e é apontado pelo inglês como o adversário a ser batido neste momento.

"Vai ser um final muito duro, tático e interessante para a temporada. Não há equipe com uma clara vantagem, embora todos nós estejamos fazendo de tudo para pegar Fernando [Alonso] na classificação do campeonato de pilotos - assim, tudo ainda está em aberto", afirmou.

Hamilton avaliou que a sua vitória na Hungria mostrou que ele possui chances reais de lutar pelo título mundial, mesmo que seu desempenho nesta temporada esteja sendo irregular. Além disso, ele quer contribuir para a McLaren ser campeã do Mundial de Construtores. "Me deu a esperança e a certeza de que podemos voltar para as últimos nove corridas com uma chance real de lutar pelos campeonatos mundiais", comentou.