A federação norte-americana de natação (USA Swimming) confirmou nesta terça-feira (7) a participação de Michael Phelps na próxima etapa da chamada Pro Swim Series (antigo Grand Prix), em Mesa, no Arizona, entre os dias 15 e 18 de abril. Na segunda-feira havia chegado ao fim a suspensão ao maior medalhista olímpico de todos os tempos.

Phelps foi suspenso por seis meses e excluído da seleção americana após ser flagrado dirigindo bêbado e acima da velocidade permitida no dia 29 de setembro, em Baltimore. Na ocasião, ele já tinha garantido a vaga no Mundial de Kazan (Rússia) nas provas de 100 metros livre, 100 metros borboleta e 200 metros medley.

Nesta segunda-feira, quando a punição acabou, Phelps comemorou no Twitter. "Minha suspensão está finalmente acabada! Hora de voltar para a piscina e competir de novo! Rumo a Mesa!!", escreveu, empolgado.

O maior nadador de todos os tempos, dono de 22 medalhas olímpicas, se aposentou após os Jogos de Londres-2012. Há um ano, entretanto, voltou às piscinas exatamente para competir em Mesa. Foram cinco meses até o incidente em Baltimore.

Após o flagrante dado pela polícia, o nadador foi sentenciado em dezembro a um ano de prisão. Não foi obrigado a cumprir a pena, mas está em liberdade condicional por 18 meses. Phelps também ficou 45 dias internado em uma clínica para dependentes.