Depois de confirmar na última sexta-feira a sua presença no GP de Abu Dabi, marcado para o próximo domingo (23), a Caterham anunciou oficialmente que o japonês Kamui Kobayashi será um dos seus pilotos nesta última prova da temporada da Fórmula 1. O piloto nipônico foi titular da equipe em 15 de 16 provas disputadas pela equipe baseada em Leafield no ano, e agora teve sua permanência para esta corrida final assegurada.

Em meio a uma grave crise financeira, a Caterham estará de volta ao grid da F1 depois de ter ficado fora dos GPs dos Estados Unidos e do Brasil. E só estará na pista neste final de semana porque teve sucesso ao promover uma "vaquinha" on line para arrecadar fundos.

A escuderia inglesa, porém, ainda precisa anunciar quem irá correr como companheiro de Kobayashi em Abu Dabi depois de ter perdido o sueco Marcus Ericsson, que encerrou seu vínculo com a equipe inglesa e foi oficializado como piloto da Sauber para 2015. Enquanto isso não acontece, Kobayashi festejou o fato de que poderá disputar esta corrida derradeira do ano, no circuito de Yas Marina.

"Estou feliz por correr de novo com a equipe em Abu Dhabi. As últimas semanas não foram fáceis, então será legal voltar ao carro e trabalhar junto com os membros da Caterham. Gostaria de agradecer aos fãs por terem apoiado o time como eles apoiaram. Essa equipe está trabalhando duro e nunca desiste", afirmou o japonês, para depois acrescentar que o time "merece" correr em Abu Dabi pelos esforços que vem fazendo.

Enquanto a Caterham esteve apta para correr nesta temporada, Kobayashi só ficou fora do GP da Bélgica, no qual acabou sendo substituído pelo alemão Andre Lotterer. Os seus melhores resultados no ano foram os 13º lugares obtidos nos GPs da Malásia e de Mônaco.