O roteiro que começou a ser escrito na sexta-feira (22) foi confirmado neste sábado (23) e a chuva acabou sendo novamente a protagonista do treino classificatório para o GP do Brasil de Fórmula 1, que acontecerá neste domingo (24), no Autódromo de Interlagos. A tempestade que caia em São Paulo fez o treino ser interrompido do Q2 para o Q3. No fim, largará na frente quem soube se adaptar melhor à pista: Sebastian Vettel.

Com o tetracampeonato mundial já garantido, o alemão da Red Bull demonstrou que não existe clima ideal para que ele ande na frente. Com a marca de 1min26s479, o piloto conquistou sua nona pole do ano, confirmando a hegemonia na categoria, mesmo sem maiores pretensões para a prova, já que sua equipe também já conquistou o Mundial de Construtores.

O outro piloto da Red Bull, Mark Webber, largará na quarta posição em sua última prova na Fórmula 1. O australiano, que já assinou com a Porsche para correr no Mundial de Endurance no ano que vem, marcou o tempo de 1min27s572.

Outro que vive momento especial neste GP do Brasil é o brasileiro Felipe Massa. Ele faz nesta etapa sua última corrida pela Ferrari, mas terá bastante trabalho para conseguir um bom resultado neste domingo, em sua despedida. Com o tempo de 1min28s109, ele sairá apenas na nona posição.

Bem melhor que Massa foi seu companheiro Fernando Alonso, que terminou na terceira posição do treino, com a marca de 1min27s539, um pouco atrás do segundo colocado no grid, Nico Rosberg, da Mercedes, que anotou 1min27s102. Lewis Hamilton, com 1min27s677, e Romain Grosjean, com 1min27s737, completam as seis primeiras posições.

Como já havia acontecido nas três sessões de treino livre, a chuva deu as caras na tarde deste sábado. Já no Q1, a pista ficou bastante molhada, dificultando o trabalho dos pilotos. Durante alguns minutos do Q2, deu a sensação de que á água daria uma trégua, mas foi apenas uma impressão. Logo o temporal voltou a cair, principalmente nos últimos minutos, e a solução foi adiar o Q3.

Com dez minutos de atraso, a previsão era de que o Q3 começasse às 15h05, mas a pista ainda estava muito molhada e, no entendimento da organização, apresentava risco aos pilotos. Mais dez minutos de atraso e novamente nada de a chuva passar. Somente às 15h30 teve início a última fase do treino.

Aí Vettel deu seu show costumeiro. Romain Grosjean pulou à frente com um bom tempo, mas logo o alemão acabou com a esperança do francês e cravou a pole. Quase simultaneamente, Webber foi à pista e marcou seu quarto tempo. Quando o tempo estava quase esgotado, foi a vez de Rosberg e Alonso melhorarem suas posições.


Confira o grid de largada do GP do Brasil:

1) Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)
2) Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
3) Fernando Alonso (ESP/Ferrari)
4) Mark Webber (AUS/Red Bull)
5) Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
6) Romain Grosjean (FRA/Lotus)
7) Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso)
8) Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso)
9) Felipe Massa (BRA/Ferrari)
10) Nico Hulkenberg (ALE/Sauber)
11) Heikki Kovalainen (FIN/Lotus)
12) Paul di Resta (ESC/Force India)
13) Valtteri Bottas (FIN/Williams)
14) Sergio Pérez (MEX/McLaren)
15) Jenson Button (ING/McLaren)
16) Adrian Sutil (ALE/Force India)
17) Pastor Maldonado (VEN/Williams)
18) Esteban Gutierrez (MEX/Sauber)
19) Charles Pic (FRA/Caterham)
20) Giedo van der Garde (HOL/Caterham)
21) Jules Bianchi (FRA/Marussia)
22) Max Chilton (ING/Marussia)