Está marcada para esta terça-feira (1º), às 15 horas, na sede da prefeitura de Contagem – na Grande BH – a primeira reunião entre o atual prefeito da cidade, Alex de Freitas (sem partido), e a prefeita eleita, Marília Campos (PT), para tratar da transição de governo no município. Durante a reunião, deve ser estabelecida a comissão que fará o processo e terá menos de 30 dias para fazer o diagnóstico atual das contas públicas.

Em entrevista ao Hoje em Dia, Marília Campos afirmou que já estuda os nomes da equipe e que tem pressa para saber os dados da cidade, principalmente os ligados à pandemia do novo coronavírus, para traçar quais as medidas que serão adotadas para conter o avanço da doença no município. “Não temos os números reais da pandemia. Estou preocupada porque tenho notado uma ocupação desordenada dos espaços públicos e, principalmente, na periferia. Precisamos ter mais controle sobre isso”, alerta a prefeita eleita.

Outro ponto que a petista quer ter mais detalhes é sobre o projeto de implantação do novo sistema de transporte público da cidade. Para Marília, o atual sistema em construção precisa ser discutido com a sociedade para atender a real demanda da cidade. “Os recursos para esta obra foram articulados quando eu ainda era prefeita, há dez anos. O que se vê hoje é uma obra sendo feita e a população sem saber para que e qual será o impacto na vida dela. É preciso mensurar isso”, enfatiza Campos.

Sobre a revisão do IPTU, uma das propostas durante a campanha, Marília Campos afirma que precisa conhecer a situação financeira do município para implantar o quanto antes os ajustes. “Já estamos com os estudos feitos e precisamos saber quais são as condições financeiras do município. Nosso desejo é aplicar as medidas o quanto antes”, garantiu Campos.