Eleitores de Jair Bolsonaro (PSL) se organizaram via redes sociais e conseguiram doar, até o momento, R$ 1.306.269,00 para a Santa Casa de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. O valor foi divulgado nesta segunda-feira (10), por Renato Villela Loures, presidente do hospital. 

De acordo com o hospital, 54.905 pessoas participaram da mobilização para ajudar a entidade filantrópica, onde o presidente eleito ficou internado após ser esfaqueado durante a campanha para a Presidência da República.    

Segundo Loures, a campanha foi espontânea e não teve a participação do hospital. O total arrecadado deverá ser investido na construção de um novo Centro de Terapia Intensiva (CTI). 

O presidente eleito quis doar o dinheiro que sobrou da sua campanha para a Santa Casa, mas foi impedido pela legislação. Por isso, de acordo com o jornal O Estado de SP, atuou como deputado federal (cargo que deixará ao assumir a Presidência) e destinou R$ 2 milhões como emenda constitucional.  

Villela afirmou que a verba, que ainda não chegou, deverá ser usada no custeio da Santa Casa. 

No último dia 20, o presidente da entidade esteve com Bolsonaro, acompanhado por outros gestores de Santas Casas. Segundo ele, as entidades acumulam dívida de R$ 24 bilhões. Por isso, foi entregue ao presidente eleito uma pauta de reivindicações.