A dois dias das eleições, o candidato do PSDB ao governo de Minas, Antônio Anastasia, figura mais uma vez na dianteira com 31,5% das intenções de voto no Estado. Divulgada nesta sexta-feira (5), pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), a pesquisa CNT/MDA ainda aponta o candidato à reeleição Fernando Pimentel (PT) como o segundo colocado, com 19,3% das intenções. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os números MG 06081/2018 e BR 05535/2018.

O terceiro colocado na disputa pelo Palácio da Liberdade é o novato Romeu Zema (NOVO), que cresceu de 4,3% em pesquisa realizada em agosto para 14,2% das intenções de voto no levantamento mais recente. Os dois primeiros colocados também apresentaram crescimento: Anastasia tinha 25,1 pontos percentuais na pesquisa anterior e Pimentel somava 18,6% das intenções. Os votos nulos, em branco e de indecisos somam 28,5%. A pesquisa não divulgou números de outros candidatos.

Quando considerados apenas os votos válidos, Anastasia chega a 44%, Pimentel a 27% e Zema a 19,9%, de acordo com a CNT.

Segundo Turno

A pesquisa simulou dois cenários para o caso de a eleição não se decidir no dia 7, um entre Antônio Anastasia (PSDB) e Fernando Pimentel (PT) e outro entre o tucano e Romeu Zema (NOVO).

Contra Pimentel, Anastasia leva vantagem de quase 20 pontos percentuais, com 45,5% das intenções de voto. O petista teria 26,1%. Brancos, nulos e indecisos somam 28,5%.

No cenário entre Anastasia e Zema, a vantagem do tucano varia pouco em relação à sobre Pimentel. O senador tem 44,7% e Romeu Zema tem 27,6%. Brancos, nulos e indecisos somam 27,7%.

Senado Federal

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) segue isolada na liderança com 24,3% dos votos válidos, seguida por Rodrigo Pacheco (DEM) com 16,7% e pelo jornalista Carlos Viana (PHS), com 16,3%.

A não ser pela liderança, que na anterior também era de Dilma Rousseff com 23,2%, a pesquisa traz um cenário bastante diferente do último levantamento, no qual Carlos Viana era o segundo colocado com 7,9% e Túlio Lopes (PCB) figurava na terceira colocação, com 6,4%. Pacheco estava em quarto lugar empatado com Dinis Pinheiro (Solidariedade) e Bispo Damasceno (PPL), com 5,4% da intenção de votos, cada um.

Presidência

O levantamento da CNT também ouviu os mineiros sobre suas intenções de voto para o cargo de Presidente da República. O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, lidera com 39,7%, seguido pelo petista Fernando Haddad, com 19,9%, e Ciro Gomes (PDT), que soma 8,7% das intenções de votos. Os demais candidatos pontuaram da seguinte maneira:

Geraldo Alckmin (PSDB): 6,8%
João Amoêdo (Novo): 3,4%
Marina Silva (Rede): 3,1%
Henrique Meirelles (MDB): 1,5%
Cabo Daciolo (Patriota): 1,4%
Alvaro Dias (Podemos): 0,8%
Guilherme Boulos (Psol): 0,5%
Vera (PSTU): 0,2%
Eymael (DC): 0,0%
João Goulart Filho (PPL): 0,0% 
Em branco/nulo: 8,6%
Indecisos: 5,1%

Metodologia

A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 4 de outubro, com 2002 pessoas entrevistadas em 82 municípios mineiros de dez regiões diferentes. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.