O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), afirmou nesta segunda-feira (3), que o partido "não comemora nem lamenta" as novas prisões da Operação 'Lava Jato', entre elas a do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. "O que deve ser louvado neste momento é o pleno funcionamento das nossas instituições", disse o tucano, em nota.

Para Aécio, cabe ao PSDB, como de resto a todos os democratas no país, zelar pelo seu "bom funcionamento". Ele destacou que instituições autônomas, independentes e altivas são a garantia do exercício pleno da democracia.

"Aqueles que cometeram delitos, independentemente da função que ocupam ou ocuparam, devem responder por eles dentro do que determina a lei", finalizou Aécio.