Durante a madrugada, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou ter ordenado o reforço do programa de controle de estrangeiros que tentam entrar no país. "Acabo de ordenar ao Departamento de Segurança Interna o reforço do nosso programa de revisão, já extremo", escreveu no Twitter.

Hoje pela manhã, o presidente americano seguiu fazendo críticas. Desta vez, o alvo foi o senador do Partido Democrata Chuck Schumer, o qual Trump sugeriu ser responsável por conceder o visto a Sayfullo Saipov, do Uzbequistão, suspeito pelo ataque.

"O terrorista entrou em nosso país através do chamado "Programa de Loteria de Vistos de Diversidade", uma 'beleza' criada por Chuck Schumer. Eu quero um visto baseado em mérito", escreveu Trump na rede social. Depois ainda seguiu: "O senador Chuck Schumer ajudou a importar problemas da Europa. Vamos parar com essa loucura!".