dia dos pais

O dia dos pais é celebrado neste domingo (8)

Neste domingo (8) é celebrado o Dia dos Pais. Mesmo às vesperas da data, muita gente que não abre mão de comprar um presente deixou o "mimo" para a última hora. E em meio à crise econômica provocada pela pandemia da Covid-19, é preciso educação financeira para não correr o risco de desequilibrar as contas.

Confira 7 dicas para garantir o presente do papai sem estrangular as finanças:

1 - Valorize o comércio local
O preço dos pequenos empreendedores costumam ser mais acessíveis. Além disso, comprar do pequeno negócio faz o dinheiro circular pelo bairro, o que propicia mais desenvolvimento local. 

2 - 'Divida' o presente
Juntar-se com os irmãos e a mãe para dividir o preço ajuda a economizar e, inclusive, proporcionar um presente melhor.

3 - Pesquise
Pesquisando por lojas, qualidade e marca do produto desejado, é possível encontrar preços mais acessíveis.

4 - Negocie
A maioria das lojas e fornecedores está disposta a negociar, principalmente em um momento de crise. Não esqueça de sempre pedir um desconto.

5 - Pague à vista
Quem paga na hora, quase sempre, consegue um desconto. 

6 - Não faça dívidas
É importante fazer as compras dentro do potencial de gasto. Parcelar no cartão de crédito só para quem tem certeza de que o dinheiro estará na conta no mês que vem.

7 - Presente artesanal
Além de gastar menos com esse tipo de presente, há um valor sentimental. Uma dica é usar recordações, como fotos, na montagem das embalagens.

Material produzido com base nas informações do professor de economia das Faculdades Promove e Kennedy Danilo Oliveira e do educador financeiro e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) Reinaldo Domingos.

(*) Especial para o Hoje em Dia

Leia mais:
Dia dos Pais: comércio de BH prevê crescimento de 1,76%, com movimentação de R$ 1,71 bilhão