A Caixa divulgou nota, nesta terça-feira (28), explicando que as grandes aglomerações nas agências do banco verificadas em todo o país na segunda-feira, quando teve início o saque em espécie do auxílio emergencial, referente à pandemia da Covid-19, pelo mês de aniversário do cadastrado, foram formadas "por pessoas que não fazem parte do público alvo do atendimento presencial".

O público prioritário seria formado apenas por clientes em busca de serviços essenciais (como saque do seguro desemprego e Bolsa Família sem cartão, desbloqueio de senhas etc) e beneficiários do saque em espécie escalonado por data de nascimento. 

Segundo a nota, levantamento feito pela instituição apontou, inclusive, que "apenas uma pessoa a cada cinco que buscaram presencialmente o banco nessa segunda-feira (27) tinha direito ao saque na referida data".

Ainda de acordo com o comunicado, o aplicativo CAIXA Tem, criado especialmente para operar  o auxílio emergencial,  registrou milhões de acessos nos últimos dias, sendo que mais da metade foi de usuários que não têm direito ao benefício. A recomendação, portanto, é  para que somente os brasileiros que receberam o auxílio emergencial pela Poupança Social Digital acessem o app CAIXA Tem.

Além disso, diz a nota, "o banco tem envidado todos os esforços para otimizar e acelerar o atendimento em seus canais físicos e digitais". A Caixa também ressaltou a importância de apenas buscarem as agências aqueles usuários que precisam realizar serviços essenciais ou os beneficiários que receberam o auxílio na Poupança Social Digital e desejem fazer o saque em espécie, conforme o seguinte calendário:

28 de abril – nascidos em março e abril
29 de abril – nascidos em maio e junho
30 de abril – nascidos julho e agosto
04 de maio – nascidos em setembro e outubro
05 de maio – nascidos em novembro e dezembro

Visando a otimizar a atendimento e organização das filas, a Caixa informou ter alocado 2.800 novos vigilantes e aumentado o número de recepcionistas para reforçar a orientação ao público e manter os protocolos já implementados para garantir a saúde de todos. 

No próximo sábado, para ampliar o atendimento e o acesso de clientes, e o banco deverá abrir 800 agências em todas as regiões do país, no horário de 08 às 12 horas.

Balanço

Até esta terça-feira, a Caixa informou que já depositou R$ 31,3 bilhões para 44,3 milhões de beneficiários do auxílio emergencial, também conhecido como "coronavoucher", entre inscritos no Bolsa Família, no CadÚnico e no site/app do próprio programa.