O faturamento dos supermercados de Minas Gerais continuou apresentando resultado positivo na comparação anual. Em outubro, houve alta de 2,74% ante o mesmo mês de 2014. Com relação a setembro, a receita bruta do setor em Minas avançou 6,53%. Nos dez primeiros meses do ano, a alta é de 0,95%. Os dados, deflacionados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), são do Termômetro de Vendas, pesquisa mensal da Associação Mineira de Supermercados (Amis) com empresas de todo o Estado.

Conforme a Amis, em nota, os supermercadistas avaliaram que o bom resultado do período é decorrente de ações, como promoções e campanhas de vendas. "Leva-se em conta também o efeito do calendário, já que são 31 dias em outubro contra 30 em setembro. Além disso, foram cinco finais de semana contra quatro no mês anterior", explicou a entidade.

O desempenho dos estabelecimentos mineiros também continuou sendo melhor que a média nacional na comparação anual. Conforme dados divulgados hoje pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), em outubro deste ano, ante o mesmo período do ano passado, houve queda real de 1,56%. Na comparação com setembro, as vendas no País aumentaram 8,89% e, em dez meses, a queda real é de 1,02%.

Desempenho regional

Na análise por região, em outubro ante setembro, a maior alta foi registrada nas lojas localizadas no entorno do Vale do Rio Doce/Mucuri/Jequitinhonha (9,09%), seguida das do Sul (8,58%); Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba (8,46%); região Central (6,77%); Norte e Noroeste (6,54%); Zona da Mata (5,56%); e Centro-Oeste (5,38%).