O segundo semestre do ano pode ser um momento de oportunidades para quem pretende investir no mercado imobiliário, apesar do cenário de crise. Sediada em Contagem, a Construtora Escala está lançando quatro empreendimentos. “Crise também é oportunidade. Vamos lançar um residencial em BH, um comercial em Betim e dois loteamentos – um em Turmalina e outro em Rio Casca”, destaca o gerente de negócios, Adimilson Ângelo Moura.
 
Em atuação em 12 cidades mineiras, a empresa foi fundada em 2008 tendo como foco, inicialmente, o setor residencial. “Atuamos nesse segmento de forma exclusiva até 2012, concluindo 14 obras entregues em BH e Contagem. Em 2012, diversificamos com empreendimentos comerciais e loteamentos voltados para a classe média. No início de 2014, fizemos um mapeamento, por todas as cidades de Minas, acima de 10 mil habitantes, para desenvolver loteamentos com nosso padrão de qualidade”, diz Moura.
 
Para o empresário, a cidade é um celeiro de oportunidades em várias áreas, tendo evoluído significativamente nos últimos anos. “Nossa relação com Contagem é umbilical, apesar de termos sofrido muito na aprovação dos nossos projetos, a ponto de analisarmos a possibilidade de não construir na cidade. Hoje, Contagem está mais profissional e muito mais ágil nesse sentido”, avalia.
 
Entre os sócios da Escala, alguns nasceram em Contagem, outros escolheram morar em na cidade, segundo Moura. “Somos o maior empregador da construção civil aqui, e a empresa com os empreendimentos mais diferenciados de Contagem. Tudo isso porque queremos edificar cada vez mais sonhos na cidade em que escolhemos 
 
Com foco e planejamento, a empresa mostra que é possível manter a produtividade em momentos de crise, segundo Moura. “Nossa empresa sempre fez um amplo diagnóstico de mercado e fazemos planejamento desde o início da nossa vida, envolvendo todos os funcionários”, afirma.