O governo de São Paulo entregou nesta quarta-feira (4) ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) mais 2 milhões de doses da vacina contra Covid-19 CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Com a nova entrega, as liberações chegam à marca de 64,8 milhões de doses fornecidas ao Ministério da Saúde desde 17 de janeiro, quando o uso emergencial do imunizante foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

vacina

Novo lote de CoronaVac entregue pelo Instituto Butantan ao Ministério da Saúde, nesta quarta-feira (4) 

Segundo informações do governo estadual, em julho foram entregues mais de 10 milhões de doses do imunizante, produzidos a partir de 6 mil litros de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) recebidos no dia 26 de junho. Na noite do último domingo (1º), o instituto recebeu uma carga de 2 mil litros de matéria-prima para produzir e entregar mais 4 milhões de doses da CoronaVac. 

As vacinas liberadas hoje fazem parte do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de de doses do imunizante. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio.

Leia mais:
Servidores do governo voltam a receber pagamento integral dos salários a partir de sexta em Minas
Trabalhadores nascidos em março podem sacar auxílio emergencial