BRASÍLIA - A maternidade do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) está sendo desocupada para desinfecção. Segundo nota divulgada nesta segunda-feira (15) pela Secretaria de Saúde, nove bebês permanecem na unidade de cuidados intermediários. Na unidade de tratamento intensivo neonatal, são oito, incluindo dois contaminados pela bactéria serratia.

Desde o dia 27 de março, sete bebês morreram no hospital, que fica em uma região administrativa do Distrito Federal. Dois deles estavam contaminados com a bactéria serratia. A morte de três bebês é investigada.

Para evitar a transmissão da bactéria para outros bebês, a maternidade do hospital está fechada para novas internações desde o último sábado (13). O último parto feito no HRC foi na sexta-feira (12).