A Capcom domina como poucos selos a arte de vender o mesmo produto mais de uma vez. Na verdade, ela vende diversas vezes. O publisher acaba de lançar o pacote “Mega Man Zero/ZX Legacy Collection”, para PC, PS4, Xbox One e Nintendo Switch, em edição digital. A compilação reúne os episódios das séries “Zero” e “ZX”, que são paralelas à saga original do menino robô.

Com preço sugerido de R$ 150, a coletânea conta com seis games, quatro da série Zero e os dois episódios de ZX. A Série Zero foi a segunda sequência paralela à saga original, mas criada para o portátil Game Boy Advance, enquanto ZX seria sua evolução para o também portátil DS. 

Jogabilidade

Os games seguem o mesmo padrão de jogabilidade das séries para NES e Super Nintendo, com o jogador podendo escolher qual missão iniciar, de acordo com a vulnerabilidade do chefe de fase e utilizar sua arma para derrotar o próximo “boss”. O grande problema é sempre saber qual é o mais fraco e qual é a arma mais forte contra os demais. 

Os games também mantêm o padrão elevado de dificuldade da franquia. Apesar de os comandos serem pular e atirar, jogar “Mega Man” é sempre um desafio que exige determinação, pois muitas vezes se chega ao chefe de fase completamente detonado, com poucos pontos de vida. E suas chances de sucesso reduzem se usar a arma errada.

Gráficos

Por serem games criados para consoles portáteis, eles apresentam elementos de leitura maiores, assim como personagens – o que acaba tornando o cenário um tanto reduzido. Num televisor, eles ficam gigantescos.

Para se adequar à resolução dos televisores atuais, a Capcom aplicou filtros e aquelas tradicionais molduras que reduzem a área em que o jogo ocorre. E mesmo sendo uma adaptação, o resultado agrada, apesar de, muitas vezes, o excesso de colorido explodir na tela.