A BMW acaba de apresentar a segunda geração do Série 2 Active Tourer. Trata-se do modelo que inaugurou a plataforma com motor transversal e tração dianteira na marca alemã. O modelo chega renovado para comprovar que ainda há espaço para monovolumes compactos, mesmo diante da soberania dos SUVs.

O novo Active Tourer segue o mesmo conceito de construção de seu antecessor, mas ficou com visual mais arrojado devido aos faróis mais afilados e as rodas maiores (com opções de 16, 17 e até 19 polegadas), que não deixam que o modelos seja visto com uma minivan pacata. 

O destaque fica por conta da imensa grade do radiador, que parece um focinho de porco. Trata-se de uma tendência que tem sido aplicada em diversos modelos, como X7, Série 7 e também no medonho Série 4 e nos elétricos da linha i. 

Estéticas à parte, fato é que o Active Tourer evoluiu. O modelo passa a contar com versões híbridas plug-in que combinam motor 1.5 com módulos instalados nas rodas traseiras, que entregam 245 cv e 326 cv, assim como tração integral, já que cada motor traciona um eixo. 

Ele também pode ser equipado com unidades apenas térmicas, como o motor 1.5 de 136 cv e também híbrido leve, que combinada com o bloco com módulo 48V. Nessa configuração a potência salta para 170 cv, sendo que 19 cavalos são da unidade elétrica. O empurrão extra também está disponível na versão 2.0 turbo, que vai a 218 cv com o motorzinho 48V. A transmissão é dupla embreagem e sete marchas.

Conteúdos

O Active Tourer estreia um grande quadro de instrumentos digital que é combinado com o monitor do sistema de entretenimento (que oferece conexões com telefones, assistente pessoal, internet 5G, dentre outros recursos), seguindo o mesmo conceito que já aplicado há alguns anos pela Mercedes-Benz. 

Com isso o painel ficou limpo, sem um monte de botões. Há uma generosa base de carregamento de celulares, em posição vertical, que torna o acesso simples. Nada daquele “buracos” que não comportam modelos de telas maiores. O console central também é mais enxuto, apenas com o comando da transmissão, assistentes de manobra, freio de estacionamento e uma rodinha para controlar o volume do rádio.

O modelo ainda oferece projeção de dados de navegação numa pequena tela translúcida, semelhante ao que a primeira geração do Peugeot 3008 utilizava. O pacote de assistências oferece controles de cruzeiro adaptativo (ACC), monitor de permanência de faixa, frenagem emergencial, sensor de ponto cego e monitor de tráfego cruzado.

Assista também!