O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou, nesta quinta-feira (30), a privatização e liberação de R$ 2,8 bilhões para a ampliação do metrô de Belo Horizonte. Segundo o governo federal, o aporte de recursos também será utilizado para a conclusão do processo de desestatização da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), na Grande BH. Para isso, a União vai criar uma empresa que atuará exclusivamente no processo.

“Estamos garantindo os recursos para a viabilizar um projeto que nunca saiu do papel por falta de vontade política. Estamos trazendo para Minas a solução para boa parte do transporte público de BH com essas obras”, afirmou o presidente.

Além dos recursos federais, o governo mineiro anunciou o investimento de R$ 428 milhões, oriundos do acordo judicial feito com a Vale para o pagamento de indenizações pelo desastre de Brumadinho. De acordo com o governo federal, o montante de recursos necessários para a ampliação do metrô da capital gira em torno de R$ 3,7 bilhões. Cerca de R$ 500 milhões serão investidos pela iniciativa privada.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, criticou as gestões anteriores dizendo que “o PT prometeu por quatro vezes as obras do metrô e nunca cumpriram. Estamos aqui para fazer real um sonho de 30 anos desta cidade”, 

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), informou que o edital para a concessão para a exploração do metrô da capital mineira e construção da linha 2 – que ligará o Barreiro ao Calafate - tem previsão para acontecer em março de 2022. “Temos certeza de que, com a concessão do serviço de metrô para a iniciativa privada, vamos conseguir resolver uma grande parte dos problemas do transporte público na Grande BH, porque a futura concessionária vai aumentar ainda mais o alcance do metrô”, afirmou governador.

Zema destacou, ainda, que o aporte de recursos para a modernização da linha 1 e a construção da linha 2 do metrô foi alcançado por conta do diálogo estabelecido entre os governos estadual e federal. “Os recursos estão garantidos através de uma lei e de um projeto que já foi discutido entre os técnicos dos governos federais e estaduais. Problemas de décadas não são resolvidos de um dia para outro, mas agora não estamos anunciando uma promessa e, sim, uma realidade”, explicou.

Veja o vídeo do evento na íntegra:

BR-135

Bolsonaro também anunciou a liberação de recursos para as obras de recuperação asfáltica da BR-135, no trecho entre Manga até Itacarambi, no Norte do Estado.

Leia mais:
Bolsonaro, com arma de brinquedo na mão em BH: ‘quando era moleque, brincava disso’
Bolsonaro vai almoçar com Zema e empresários em BH para tratar do TRF-6
Chegada de Bolsonaro em BH tem confusão na Cidade Administrativa; veja vídeo
Bolsonaro abraça vereador Nikolas Ferreira na chegada a BH; veja vídeo