O deputado Arthur Lira (PP) e candidato à presidência da Câmara dos Deputados se reuniu na manhã desta sexta-feira (22) com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe. Durante o encontro, o parlamentar recebeu um memorando de pautas consideradas prioritárias pelo setor industrial mineiro e defendeu que “a Câmara trabalhe a favor do Brasil e não atrapalhe os avanços das reformas prioritárias para o país”.

Arthur Lira Fiemg

Arthur Lira participou de encontro na Fiemg

O encontro na entidade foi a última parada da passagem de Arthur Lira pelo Estado. Nesta quinta-feira (21), Lira se reuniu com o governador Romeu Zema (Novo) – do qual recebeu apoio explícito -, com deputados estaduais e com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD). Ao comentar a agenda por Minas, o candidato à presidência da Câmara afirmou que foi exitosa e disse ser necessário entender a importância do Estado na geopolítica do país.

“Recebi o apoio de praticamente toda a bancada mineira, do governador Zema, dos deputados estaduais e iniciamos uma ponte de entendimento com o prefeito Kalil. Minas tem a chance de fazer o presidente do Senado e ter este apoio é importante para criarmos uma condição harmoniosa entre as duas casas para conseguirmos avançar. Temos que mostrar para a sociedade que o Congresso não está ali para atrapalhar, e sim, para auxiliar no avanço das reformas que o país precisa para sair da crise”, destacou o parlamentar.

O candidato do presidente Jair Bolsonaro à presidência da Câmara dos Deputados defendeu também ser necessário levar a votação em plenário da Reforma Administrativa antes da Tributária. Para Lira, o país precisa dar mais segurança jurídica ao setor produtivo, “eliminando a burocracia e diminuindo o peso do Estado”.

“Precisamos fazer com que o Estado seja mais dinâmico, seja menos pesado para a sociedade. A Reforma Administrativa tem que vir antes do que a Tributária e esse é um assunto urgente, para garantir meios para a retomada do crescimento do nosso país depois da pandemia”, enfatizou o deputado federal.

Já falando em tom de vitorioso na eleição do próximo dia 1º, Lira defendeu ainda o retorno das atividades presenciais na Câmara. Ao comentar a atuação do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), o parlamentar alfinetou e disse ser preciso que a Câmara seja regida com diálogo e transparência. “Temos que voltar a harmonia dentro da Casa. É preciso ouvir os deputados, os relatores das comissões, saber o que vai ser votado. Precisamos ter diálogo e transparência. Infelizmente isso hoje não existe”, destacou Lira.

Leia Mais:
Minas deve receber mais 680 mil doses de vacinas contra a Covid na semana que vem

É questão de ética e moral e deve ser denunciada, afirma Estado sobre furar fila da Covid