A Honda lançou a linha 2021 do SUV HR-V, que chega sem novidades expressivas. Por outro lado, o jipinho japonês chega ao “ano novo” com adição de conteúdos e preços iniciais a partir de R$ 105 mil e sobem a até quase R$ 150 mil. Ou seja, ficou mais caro, bem mais caro.

O HR-V vive o dilema da meia-idade. Lá fora é esperada uma nova geração para o utilitário. Geralmente a Honda mantém as gerações alinhadas nos mercados em que atua. 

 

No entanto, com a pandemia do Covid-19, podem ocorrer atrasos no cronograma. Para se ter uma ideia, Fit e City que já mudaram lá fora ainda não têm sinal de renovação por aqui. 

A linha 2021 do WR-V seguiu a mesma toada, com incremento de conteúdos e valores. Agora chegou a vez de botar um pouco de água no feijão do irmão maior.

Participação

O problema é que o HR-V tem perdido participação. O modelo que já foi líder de vendas entre os SUVs hoje figura na sétima posição, segundo o ranking de licenciamentos da Fenabrave. Mesmo assim, mantém um público cativo e acumula 28 mil licenciamentos desde janeiro. 

Mas é preciso destacar que ao contrário dos líderes T-Cross, Compass e Renegade, que tiveram mais de 50% dos emplacamentos no modelo de venda direta, o jipinho da Honda vendeu apenas 2.762 unidades nessa modalidade. Até o Nivus, que chegou no meio do ano, já ultrapassou o HR-V nas negociações diretas.

Novidades

Assim, a linha HR-V passa a contar com acendimento automático e regulagem elétrica dos faróis em todas as versões. As versões topo de linha Touring e EXL ganharam novas rodas aro 17, sendo que a segunda também passa a contar com faróis Full LED, retrovisor fotocrômico e sensor de chuva.

Num degrau abaixo, a EX passa a contar com bolsas tipo cortina, elevando para seis o número de airbags. Mas o ganho de conteúdo mais experssivo se deu na versão de entrada LX, que saltou de R$ 99 mil para R$ 105 mil. 

O HR-V “pé-de-boi” passa a contar com multimídia de sete polegadas (com Apple CarPlay e Android Auto), assim como retrovisores elétricos com repetidores de seta e seis bolsas infláveis.

Ou seja, o HR-V, apesar dos cinco anos de mercado, ainda goza do prestígio de seu emblema, que faz dele um carro cobiçado, mesmo com novos concorrentes na praça. Ainda não foi dessa vez que o SUV ganhou assistentes de condução, quadro de instrumentos digital e outros conteúdos que encantam o consumidor ao primeiro olhar.

Versões e preços
LX: R$ 105.100
EX: R$ 111.500
EXL: R$ 123.600
Touring: R$ 148.800