As quase 40 ocorrências registradas ao longo do segundo turno das eleições no Estado, neste domingo, foram consideradas “absolutamente simples” pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), Alexandre Victor de Carvalho.

No balanço que fez deste dia de votação, o desembargador afirmou “que estas foram as mais desafiadoras eleições da história da Justiça Eleitoral brasileira e mineira, por terem sido realizadas em meio a uma grande pandemia mundial e em um ambiente inicial de fake news”. No entanto, considerou, transcorreu tudo de forma tranquila.

 As ocorrências registradas no Estado, detalhou, foram algumas infrações administrativas, como sujar locais próximos às seções eleitorais, e “outras infrações penais de pequeno potencial ofensivo, como boca de urna”.

Apuração

Às 19h10, informou o presidente do TRE-MG, já havia sido apurado o resultado da votação nas quatro cidades em que ocorreu segundo turno (Contagem, Governador Valadares, Juiz de Fora e Uberaba).

Carvalho destacou ainda que a abertura da seção da Corte Eleitoral, realizada por ele em Governador Valadares, às 6h, foi outro registro histórico destas eleições, já isso ocorreu no interior de Minas pela primeira vez.

Leia mais:

Minas elege mais três prefeitas neste domingo e soma 64 mulheres escolhidas para o cargo em 2020

Em disputa acirrada, Marília Campos é escolhida para administrar Contagem pela 3ª vez

Presidente do TSE comenta segundo turno das eleições 2020