O prefeito de Belo Horizonte e pré-candidato à reeleição, Alexandre Kalil (PSD), se mostrou favorável a mudanças nos serviços prestados por bancas de jornais e revistas na capital. Nesta sexta-feira, o chefe do executivo de BH participou de evento com jornaleiros no comitê de campanha, no Centro de BH.

Durante o encontro, Kalil afirmou que regularizou a situação da classe quando assumiu a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), em 2017. Ele criticou a gestão de Márcio Lacerda quanto ao assunto, alegando que “era uma baderna geral”. 

Segundo o mandatário, caso seja reeleito, o objetivo é se reunir com o grupo e fazer um estudo para encontrar as melhores soluções para as bancas de jornal. 

“Nós sabemos, eles sabem, que o papel está em extinção. Então, temos que ir andando para que eles não fechem, para que o papel não vire um fax”, disse o prefeito. 

Alexandre Kalil disse, ainda, que quer receber ideias dos jornaleiros para que possa criar alterações que mantenham a sobrevivência da categoria.