Isenção de IPTU para o comércio de Belo Horizonte em 2021 e a criação de uma linha de microcrédito para o setor, apenas com correção inflacionária, “para que o comerciante possa ter um fôlego”, é uma das propostas de governo do candidato do Solidariedade à prefeitura da capital, Professor Wendel Mesquista. Ele detalhou esse e outros projetos que tem para a PBH, no caso de ser eleito, nesta sexta-feira (23), na última live da série de entrevistas realizada pelo Hoje em Dia com os 15 postulantes ao cargo de prefeito da cidade.

 

Wendel Mesquita, que é professor por formação, já foi vereador na capital por dois mandatos e venceu as últimas eleições para deputado estadual, diz que acredita que, sendo eleito prefeito de Belo Horizonte, encontrará o caixa da administração municipal zerado. “Kalil deve entregar a prefeitura sem nenhum centavo no caixa. Marcio Lacerda, seu antecessor, fala que deixou mais de R$ 1 bilhão em caixa, com o pagamento do 13º já programado”, argumenta Mesquita.

“Não vamos buscar ampliação de gastos, mas vamos mudar a forma de gestão”, diz ele, informando que, se eleito, pretende dar mais autonomia às administrações regionais e criar subprefeituras na capital. “Vamos criar subprefeituras, descentralizando o orçamento, para que o subprefeito possa fazer a aplicação lá na ponta. Serviços essenciais – como podas de árvores, limpeza de bocas de lobo - serão feitos pelas subprefeituras, com mais eficiência. Hoje, um cidadão pede a poda de uma árvore costuma esperar até um ano pelo serviço. Isso é um absurdo, com a carga tributária que temos”.

Educação

Entre os vários projetos que tem para a Educação em BH, Wendel Mesquita frisou que pretende não só ampliar a quantidade de Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis), mas ampliar o horário de funcionamento das unidades de 17h para 19h. “É obvio que não vamos usar todo o quadro de professores, isso é inviável do ponto de vista econômico. Mas a ideia é que os alunos fiquem na quadra de esporte ou em outra atividade, para que os pais possam pegá-los às 19h. E que recebam mais uma refeição nesse período”.