Estatizar hospitais filantrópicos e privados que atendem pelo SUS é uma das propostas de governo do candidato do PSTU à Prefeitura de Belo Horizonte, Wanderson Rocha, defendidas em live da qual ele participou, nesta quinta-feira, no Instagram do Hoje em Dia. O candidato disse que, sendo eleito, “assim que assumirmos, vamos discutir a realocação do dinheiro público repassado aos hospitais filantrópicos e privados na capital”. Para o ano que vem, segundo ele, o valor a ser transferido a essas instituições estaria orçado em R$ 6,5 bilhões.

 

Rocha, de 45 anos, que é professor da rede municipal de ensino na capital mineira, apontou que ele e a candidata a vice-prefeita em sua chapa, Firmínia, são do movimento negro, e que o PSTU - legenda que definiu como socialista e revolucionária - é o partido que tem o maior número de candidaturas negras, além de candidaturas LGBT.

Vanessa Portugal

Segundo ele, sua candidatura, em lugar de Vanessa Portugal – que em eleições anteriores era o nome apresentado pelo partido à Prefeitura de Belo Horizonte – mostra que o PSTU vem fazendo apostas em um processo de renovação. Vanessa Portugal é a única candidata da legenda à Câmara de Vereadores. “Ela vai contruibuir muito como candidata a vereadora, por seu histórico de luta, de socialista. Vanessa sempre cumpriu um papel importante no PSTU”, ponderou.

O Hoje em Dia está fazendo uma série de lives, com todos os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte nas próximas eleições.

Confira quem será o próximo entrevistado:

 

Live com candidato