Depois de lançar o hatch ID.3, a Volkswagen acaba de apresentar o SUV elétrico ID.4, que mantém o estilo visual do irmão menor. No entanto, o desafio do jipinho é maior. Ele será o elétrico global da marca, uma vez que os utilitários têm maior apelo comercial que qualquer outro segmento, independentemente do mercado.

O ID.4 tem estilo. O carro conta com carroceria com arcos em tom prata, refinamento que remete à primeira geração do Audi A1. Teto solar panorâmico, generosas rodas de liga-leve aro 21 e grade com filete em LED fazem parte da decoração do jipinho.

Construído sobre a plataforma MEB, exclusiva para modelos elétricos, o jipinho é equipado com motor de 204 cv (montado no eixo traseiro), que garante aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 8,5 segundos, que garantem excelente comportamento ao modelo. 

Como todo elétrico moderno, o seu kit de baterias de 77 kWh é acomodado no assoalho do ID.4. O berço ocupa todo o assoalho e as pilhas permitem autonomia de até 520 quilômetros. Em estação de recarga, regenera carga para 320 quilômetros em apenas 30 minutos.

“Como o primeiro carro elétrico global, este modelo lançará nossa plataforma modular elétrica que foi desenvolvida especificamente para mobilidade elétrica em todo o mundo. A Volkswagen está, portanto, mais uma vez demonstrando seu papel de liderança em inovação, tecnologia e qualidade no mercado de alto volume.”

Interior

Por dentro, o ID.4 recebeu arquitetura minimalista, com direito a um moderno quadro de instrumentos flutuante, que agrega transmissão e freio de estacionamento. A central multimídia também é suspensa e integra funções de refrigeração. Sem alavanca de marchas e freio de mão, o console central recebeu um volumoso porta objetos. 

O cronograma de vendas do SUV terá início na Europa. Em seguida, será oferecido no mercado chinês. Num terceiro momento chegará ao mercado norte-americano e depois distribuído para demais mercados. 

A estratégia se deve à atual infraestrutura de eletropostos, em que Europa, China e Estados Unidos estão à frente de demais mercados. Por aqui, a Volks pretende oferecer sua linha de elétricos. No ano passado ela anunciou projeto para criação de corredor elétrico junto com a Porsche e Audi. Agora é esperar para ver quando o jipinho vai pintar por aqui.