Algumas pessoas se reuniram na manhã deste domingo (5) em frente à sede da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) para orar e protestar contra as medidas de isolamento social determinadas pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD). O ato foi organizado pelo movimento Patriotas.

O artista plástico Júlio Hubner, de 49 anos, é um dos líderes do grupo. Nas redes sociais, ele, que é filiado ao PSL, afirmou que o intuito da manifestação foi orar pelo Brasil e pedir que seja revogado o decreto que impõe o fechamento de todos os serviços não considerados essenciais na capital mineira. Segundo ele, o decreto é inconstitucional.

O líder do movimento diz que também haverá um ato com o mesmo intuito em frente à casa de Alexandre Kalil, ainda neste domingo. A assessoria da PBH foi procurada, mas, até o momento, não deu retorno se irá comentar o protesto.

Fim da quarentena

Os manifestantes que foram à porta da BH pedem o fim das medidas de isolamento social decretadas pela maioria do governadores, incluindo o chefe do executivo em Minas, Romeu Zema (Novo).

A maioria dos membros do grupo estava com camisas com o rosto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), crítico à postura dos governadores, e que defende a abertura do comércio em todo o país, alegando proteção à economia.

Manifestação patriotas PBH Prefeitura Belo Horizonte