Minas Gerais vai começar a produzir um dos componentes essenciais para a montagem de respirador artificial - equipamento utilizado no tratamento de vítimas graves do novo coronavírus. De acordo com o governador Romeu Zema (Novo), as válvulas fabricadas no Estado, além de atender os pacientes daqui, também serão repassadas para outros estados brasileiros e até para o exterior.

O anúncio foi feito neste sábado (28) em uma rede social. Na publicação, Zema explicou que três empresas que recebem investimentos da Companhia de Desenvolvimento (Codemge) vão produzir as válvulas para ajudar no combate à pandemia da Covid-19.

"Sem respirador, não é possível manter pacientes com insuficiência respiratória, e esse equipamento está em falta no mercado. Um dos componentes é a válvula. Aqui em Minas Gerais, já colocamos três empresas inovadoras, a Astroscience, a Cliever e a Compass 3D, para produzir essas válvulas", detalhou.

Em vídeo publicado na web, o governador também disse que o Estado vai fabricar máscaras translúcidas que recobrem todo o rosto dos profissionais de saúde. "O estado de Minas Gerais está atento a todas as demandas da saúde e vai produzir componentes para atender não só Minas Gerais, como o Brasil e também o exterior nessa luta contra o coronavírus", garantiu.

Assista ao vídeo abaixo:

Leia mais:
Entrega de cestas básicas para alunos da rede municipal de BH começa na terça; saiba como pegar
Brasil tem 3.904 casos e 114 mortes por Covid-19; assista ao vídeo da entrevista
Justiça prorroga fechamento de escolas particulares por tempo indeterminado