Lojistas de vários segmentos aderem, nesta sexta-feira (29), à Black Friday, campanha que chegou ao Brasil em 2010 e se consagrou como uma data de grandes descontos, alguns verdadeiros, outros, nem tanto. Mas você sabe como surgiu a data?

Nos Estados Unidos, país de origem, a data ocorre após o feriado de Ação de Graças. Há duas versões para a criação do evento. A primeira conta que o termo teve início no final do século XIX após a falência de duas instituições financeiras em uma sexta-feira. Já a outra, diz que a expressão foi criada por policiais da Filadélfia na década de 60 para se referir ao caos do trânsito após o feriado do Dia de Ação de Graças.

Já no Brasil, a primeira Black Friday aconteceu no dia 28 de novembro de 2010 e somente online, quando alguns comerciantes resolveram seguir o exemplo norte-americano. A partir daí, a data ultrapassou os limites da internet e o número de lojas aderiram passou a aumentar a cada ano. Também como nos Estados Unidos, a Black Friday brasileira segue o mesmo calendário, acontecendo anualmente na sexta-feira que suscede à quarta quinta-feira de novembro, o equivalente ao pós-feriado do Dia de Ação de Graças.  

Black Friday

Compra on-line requer atenção redobrada 

No Brasil, a Black Friday vem atraindo cada vez mais consumidores em busca de grandes descontos. No entanto, é preciso ter alguns cuidados na hora de sair à caça de ofertas.

Confira as orientações do Procon Assembleia para não cair em fraudes:

- Não faça compras por impulso. Analise seu orçamento; reflita se você realmente precisa daquilo; avalie se essa compra não vai desequilibrar suas contas.

- Visite estabelecimentos diferentes e compare os preços dos produtos que pretende adquirir.

- Muito cuidado com sites falsos. Eles são praticamente idênticos aos originais. Suspeite de ofertas muito tentadoras. Em caso de dúvida, ligue para o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da empresa e confira se o preço praticado é aquele mesmo. Em 2016 o Procon Assembleia detectou, em uma rede social, o anúncio de uma TV por menos da metade do preço normal, supostamente publicado por uma grande loja de varejo. Uma ligação para o SAC da empresa foi o suficiente para comprovar que se tratava de uma fraude. Evite acessar sites que são enviados por e-mail ou SMS.

- Grave todas as telas e comunicações eventualmente realizadas com o fornecedor.

- O site deve conter o nome da empresa, endereço físico e demais informações necessárias para que o fornecedor possa ser localizado e contatado. O Procon Assembleia recomenda ligar para confirmar todos os dados.

- Verifique se o site é seguro: no momento da transação, confira se no canto inferior da tela há um cadeado ou chave. Atualize seu programa antivírus, bem como os programas de monitoramento contra spywares e firewall.

- Forneça apenas os dados solicitados pelo site durante a transação, nada mais.

- Fique atento à reputação do vendedor. Verifique depoimentos, reclamações e as avaliações da empresa. Os sites “Reclame Aqui” e “Consumidor.gov.br” são boas fontes para essas informações.

- Guarde todos os dados da compra, como o nome do site, produtos pedidos, valor pago, forma de pagamento, data de entrega do produto e número de protocolo da compra ou do pedido, se houver.

- Direito de arrependimento: nas compras on-line, o consumidor pode desistir da compra no prazo de sete dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço. O fornecedor deve informar, sempre de maneira clara e ostensiva, os meios adequados e eficazes para o exercício do direito de arrependimento pelo consumidor.

- Não faça compras ou qualquer operação bancária utilizando computadores de lan houses ou cybercafés. Eles podem conter programas maliciosos que furtam números de cartões de crédito e senhas.

- Não se impressione com aqueles cronômetros enormes em contagem regressiva informando que a promoção está acabando. Isso é apenas uma pressão para que você compre logo, sem pensar muito.

- Em caso de reclamação ou dificuldade, procure o Procon de sua cidade. O Procon Assembleia funciona das 8 às 14 horas na rua Martim de Carvalho, 94, Santo Agostinho – Belo Horizonte. Telefone: 2108-5500.

Fonte: Black Friday