Se futebol já é um tema polêmico, imagine o quanto uma declaração política "velada" feita por um ídolo dos gramados pode render? Post publicado pelo ídolo do Cruzeiro Juan Pablo Sorín no Twitter deu o que falar na manhã deste sábado (9).  

O craque deu "bom dia" e "bom fim de semana" aos seguidores e postou a letra de “Apesar de Você”, escrita por Chico Buarque durante a ditadura. 

Poderia passar despercebido, se a composição não fosse postada na manhã seguinte à soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, motivada por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de proibir prisões antes do esgotamento dos recursos.

Música

A composição, que faz duras críticas aos anos de chumbo atravessados pelo Brasil, tem frases como “a minha gente hoje anda falando de lado e olhando pro chão”, uma alusão ao medo vivenciado pela população na época, e foi escrita para o então presidente General Médici. 

A letra foi enviada aos censores, que decidiam se a música seria ou não gravada. Para surpresa do compositor e da gravadora, o texto passou. Depois de mais de 100 mil cópias vendidas do compacto, ventilou-se a possibilidade de a canção ser uma crítica à ditadura.

A gravadora foi invadida e todos os discos destruídos. Chico Buarque foi levado a interrogatório.

Comentários

No Twitter, internautas repercutem o assunto. “A Argentina já foi, mas o Brasil não irá...”, diz um homem. Vale lembrar que, na Argentina, país de origem do ex-jogador, a esquerda voltou ao poder. O opositor de Macri, Alberto Fernández, foi eleito presidente no final de outubro. Lula deve ser convidado para a posse, enquanto Bolsonaro se recusa a participar. 

“Sorin é o único jogador do cruzeiro que eu (torcedor do Galo) respeitei e agora, respeito mais ainda! Cara do bem!”, escreveu outro internauta.

Há, ainda, os que ignoram a discussão e só pensam na bola rolando. “O que importa mesmo é que vc esteja no Mineirão domingo, pé quente”, comenta um torcedor do time celeste.

Clássico

Cruzeiro e Atlético se enfrentam neste domingo (10), às 16h, no Mineirão. Longe do Cruzeiro há exatos 10 anos e seis dias, Sorín acompanhou o time no confronto com o São Paulo, no dia 16 de outubro, também no Mineirão. Na ocasião, a Raposa levou a melhor e venceu por 1 a 0, com gol de Thiago Neves.

Leia mais:

Lula diz que está livre 'pra ajudar a libertar o Brasil dessa loucura'
Bolsonaro recomenda não dar 'munição' ao 'canalha'
Despedida de Sorín pelo Cruzeiro completa dez anos; veja fotos daquele dia especial