O homem que jogou sua caminhonete contra ciclistas em Nova York teria deixado um bilhete expressando sua lealdade do grupo Estado Islâmico, informou a imprensa americana esta quarta-feira.

O jornal The New York Times, citando dois oficiais de segurança, afirmou que o homem escreveu a mão bilhetes em árabe, achados perto do veículo.

No entanto, os investigadores ainda não estabeleceram uma ligação direta entre o suspeito, um uzbeque identificado como Sayfullo Saipov, e o grupo extremista.

O New York Post disse que os bilhetes do suspeito foram achados dentro da caminhonete e que os investigadores também teriam encontrado uma foto de uma bandeira do EI, em "um ato de terrorismo" em Manhattan, de acordo com o prefeito Bill de Blasio. Outras 11 pessoas ficaram gravemente feridas.era associado ao Estado Islâmico, mas se radicalizou nos Estados Unidos", informou o governador Andrew Cuomo nesta quarta-feira.

O suspeito, Sayfullo Saipov, foi baleado pela polícia ao final de seu ataque, mas sua vida não corre perigo.

"Ele é um covarde depravado associado ao EI e ele se radicalizou dentro dos Estados Unidos", afirmou, em entrevista à CNN.