Um motorista de ônibus em fuga matou 34 pessoas e feriu outras 15 na cidade de Gonaivez, a 150 km da capital do Haiti, informaram autoridades da Defesa Civil.

O motorista atropelou primeiramente dois pedestres, matando um deles, e, numa tentativa de fuga, atropelou três grupos de músicos de rua, indicaram autoridades.

"Estava escuro e 33 pessoas morreram", indicou à AFP a diretora da Defesa Civil, Marie Alta Jean Baptiste.

Os serviços de emergência chegaram rapidamente ao local do atropelamento e levaram os feridos para o hospital de Gonaives, enquanto a polícia precisou conter a população, enfurecida.

"As pessoas que não se feriram tentaram incendiar o ônibus com os passageiros dentro", indicou Faustin Joseph, coordenador da Defesa Civil no departamento de Artibonite.

"O ônibus, seus passageiros e o motorista foram levados à delegacia de Gonaives", detalhou.

O presidente do Haiti, Jovenel Moise, expressou "profunda tristeza após o terrível acidente", e ofereceu condolências, em nome do governo, aos parentes das vítimas. Moise pediu "uma investigação urgente para esclarecer esta tragédia".