O Atlético Nacional publicou há algumas horas, em seu canal oficinal no YouTube, um vídeo em homenagem à Chapecoense.

Chamado "#EstamosConChapecoense", o vídeo de 1m04seg conta um pouco da história do clube brasileiro, ressaltando a escalada do time nos últimos três anos, quando saltou da quarta divisão para a primeira e para sua primeira disputa de um título internacional.

Leia também
Hipóteses de queda da aeronave vão de pane seca a 'avião intruso'
Torcedores passam a noite na arena para esperar corpos dos atletas da Chapecoense
Lateral sobrevivente fez passaporte de emergência para poder viajar

No vídeo, o time colombiano chama o clube de Chapecó (SC) de "lenda", e diz que "não são apenas 90 minutos: deve-se jogar a vida inteira pelos sonhos".

O Atlético Nacional disputaria o título da Copa Sul-Americana com a Chapecoense. A primeira partida da final ocorreria nesta quarta (30), contudo, um acidente aéreo na madrugada desta terça (29), na cidade de La Unión, a 60 km de Medellín, na Colômbia, matou 71 passageiros, incluindo 19 jogadores do Chapecoense e 20 jornalistas de TV e rádio.

Sobreviveram os jogadores Alan Ruschel, Jackson Ragnar Follmann e Hélio Hermito Zampier Neto e o jornalista Rafael Henzel Valmorbida, além dos integrantes da tripulação Ximena Suárez e Erwin Tumiri.

Inicialmente, foi informado pelas autoridades colombianas que o goleiro Danilo, herói da campanha do time no torneio, não estaria entre os mortos. Posteriormente, no entanto, verificou-se que houve um erro na listagem e que o camisa 1 morreu no acidente.

Ao vídeo, segue-se uma homenagem no estádio Atanasio Girardot, em Medellín. O Atlético Nacional convocou seus torcedores a participarem de uma homenagem póstuma à equipe brasileira nesta quarta, às 21h45 (horário de Brasília, 18h45 locais).

A publicação no YouTube acontece depois de o Atlético Nacional pedir, por meio de nota divulgada na terça, que a Conmebol entregasse o título da Sul-Americana para a Chapecoense.

"A dor é forte em nossos corações e invade de luto o nosso pensamento", diz a nota. "O acidente dos nossos irmãos de futebol da Chapecoense nos marcará por toda a vida."

"Pedimos à Conmebol que o título da Sul-Americana seja entregue à Chapecoense como láurea honorária a sua grande perda e homenagem póstuma às vítimas do acidente. De nossa parte, e para sempre, Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana 2016".​