Um dia depois que a maior nevasca deste inverno atingiu Nova York com mais força do que o esperado inicialmente, a região está se recuperando e o trânsito começa a funcionar novamente.

O bloqueio a estradas foi suspenso às 7 horas da manhã de domingo no horário local (10h no horário de Brasília). Túneis e pontes de Nova York e Nova Jersey foram reabertos, mas muitas áreas de estrada continuam intransitáveis.

O governador de Nova York Andrew Cuomo anunciou pela manhã que a maior parte das linhas de metrô retomariam o serviço até as 9h da manhã (12h em Brasília). Atrasos ainda são possíveis em algumas linhas e alguns trechos continuam fechados.

O serviço de trem Metro-North deve começar a voltar a operar nas próximas horas. Autoridades ressaltam que a retomada dos serviços envolve retirar o gelo dos trilhos e dos sinais e que, portanto, a retomada deve ser gradual.

As linhas de transporte público de Nova Jersey devem começar a operar na tarde deste domingo, segundo declarou o governador Chris Christie em uma entrevista de televisão.

Cerca de 100 mil pessoas ficaram sem energia em Nova Jersey no sábado, um número que foi reduzido para 22 mil até domingo de manhã, de acordo com o governador.

Viagens aéreas partindo dos três aeroportos da região permanecem limitados, com milhares de voos cancelados.

Na manhã de domingo, havia cerca de 68 centímetros de neve no Central Park e 71 centímetros no aeroporto internacional Newark, de acordo com o serviço de meteorologia norte-americano. Já em outro aeroporto, o JFK, a neve alcançava 77 centímetros. Fonte: Dow Jones Newswires.