Ao menos quatro estrangeiros foram libertados na madrugada deste sábado (8) pelas forças especiais de Mali em um hotel, no centro do país, onde estavam sequestrados, depois de um conflito com um grupo islâmico extremistas, que deixou 13 mortos.

O tenente-coronel Diarran Kone disse que a operação terminou na madrugada de sábado e que cinco corpos foram encontrados no Hotel Byblos, incluindo quatro funcionários do local e um jihadista.

Funcionários já havia dito que cinco soldados malianos foram mortos, dois jihadistas e um funcionário da Organização das Nações Unidas (ONU), elevando o total de mortos para 13. O tenente-coronel disse que o conflito começou na sexta-feira após os extremistas atacarem o hotel que é frequentado por funcionários da ONU funcionários.

Fonte: Associated Press.