Belezas naturais espalhadas para onde quer que você olhe, gente bonita para todo lado, gastronomia diversificada, para todos os gostos, e aquele delicioso sotaque meio cantado – Florianópolis é uma ilha belíssima, privilegiada por possuir mais de 40 praias, duas lagoas, dunas, morros, manguezais e até trechos intocados de Mata Atlântica.

Além de se orgulhar de seu filho Gustavo Kuerten, o Guga (agora já aposentado do circuito internacional, depois de três títulos no saibro de Roland Garros), Floripa ostenta em seu currículo 523 quilômetros quadrados de encostas verdes, lagoas de águas cristalinas e 42 praias. Atualmente, a ilha é um dos principais destinos turísticos do Brasil, atraindo cerca de 2 milhões de visitantes a cada ano.

Os turistas invadem a ilha especialmente durante o verão, que vai de dezembro a início de março. Nessa época, Floripa se transforma em um território livre, onde pescadores e rendeiras de bilro e descendentes dos imigrantes açorianos convivem harmoniosamente com os turistas.

Quando se fala em Florianópolis, quase sempre pensamos em praias – afinal, ela nos oferece 43. No verão (que está quase chegando), é um dos destinos mais frequentados do litoral brasileiro.

Mas a cidade vai além disso, e oferece ao visitante atrações e atividades o ano inteiro, inclusive nos meses frios.

Aliás, se você for para lá agora, neste fim de inverno, quase início de primavera (oficialmente, começa no dia 22 de setembro), não se iluda: ainda faz algum frio por lá. A previsão é de que as temperaturas voltem a subir a partir de novembro.

Quer uma dica para queimar as calorias que você porventura ganhar nos ótimos bares e restaurantes da costa?
Tire uma manhã, uma tarde, ou mesmo um dia inteiro para uma atividade que alia exercício físico de leve a moderado, vento no rosto, sol na pele e visual arrebatador.

Trilhas

A ilha de Santa Catarina tem uma grande diversidade de trilhas.
Há roteiros de curto a longo percurso; da caminhada simples em terrenos planos ao trekking radical; alguns requerem um preparo físico normal, já outros exigem um preparo físico apurado.

Ao longo dos percursos, existem ecossistemas e paisagens diversificadas, com morros, costões, planícies costeiras arenosas, dunas, restingas, manguezais, baías, enseadas, lagoas, córregos e mata típica da Floresta Atlântica.