Cerca de 300 possíveis suspeitos foram identificados por uma investigação sobre um esquema de abuso sexual de menores que chocou a Inglaterra, informou a agência britânica de combate ao crime nesta quarta-feira (24).

Gangues formadas por imigrantes paquistaneses podem ter vitimado cerca de 1400 crianças entre 1997 e 2013, na cidade de Rotherham. As autoridades da cidade também são acusadas de negligenciar as denúncias dos menores, a maioria garotas que viviam em abrigos custeados pelo governo.

O caso emergiu em agosto do ano passado. De acordo com Steve Baldwin, um dos investigadores, dois dos suspeitos trabalhavam na administração municipal.

"O abuso que aconteceu em Rotherham é horrível", disse. "Colhemos uma enorme quantidade de informação e detalhes bastante perturbadores."

A investigação deve render inúmeras denúncias criminais nos próximos anos.

Baldwin disse que os investigadores estão tentando agora ganhar a confiança da comunidade, para que outras vítimas aceitem a participar das investigações. Fonte: Associated Press.