Entre as capitais do Leste Europeu, Praga se destaca por sua importância cultural. Ali nasceram renomados artistas. Um dos mais famosos é Franz Kafka, autor de “A Metamorfose”, de 1915. Músicos e compositores, como Wolfgang Amadeus Mozart, tinham na capital tcheca uma segunda casa e nela apresentaram, pela primeira vez, algumas de suas mais importantes obras.

A cidade também é conhecida pela diversidade acadêmica, com várias universidades, dentre as quais a Universidade Carlos - das mais antigas da Europa.

Há muito o que se ver e conhecer em Praga, que oferece ao visitante uma deliciosa paisagem urbana, com prédios de baixa altura, que nos fazem voltar no tempo e embarcar em um clima de romantismo, que não existe na maioria das grandes metrópoles.


Acervo gigantesco

Construções medievais são encontradas por todos os cantos de Praga. Assim, para quem aprecia fotografia e história, a cidade oferece um acervo gigantesco de obras e monumentos que remetem a vários momentos históricos da região, como a estátua em homenagem a São Venceslau, assassinado a mando de seu irmão Boleslaw I da Boêmia, no século X, até os confrontos na metade do século XX, quando a região era controlada pela União Soviética. Então, não deixe de conferir a bateria da câmera e os cartões de memória, pois há muito o que registrar.


País de santos

Falando em São Venceslau, a República Tcheca é famosa pelos seus santos – apesar de, nas últimas décadas, o país ter passado a ser predominantemente ateu, muito em virtude dos muitos anos de regime comunista.

E um dos santos mais famosos do país é um que os mineiros conhecem bem: São João Nemopuceno (Jan Nepomuk, em tcheco). Na Ponte Carlos, a estátua dedicada a ele é tão venerada e visitada que a inscrição já está até desgastada, tanta gente que já passou as mãos ali.

Um museu que merece visitação é o Museu Nacional (Národní Muzeum),um dos principais do país, erguido no século XIX. Só a imponência da fachada do prédio já vale a visita. Seu acervo, além de documentos e peças da região da Boêmia, também oferece bastante conteúdo sobre a história das Américas, Ásia e África.