A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (5), a Operação Rolagem, que apura fraude contra Caixa Econômica Federal (CEF) com prejuízo de mais de 22 milhões de reais à instituição no Rio Grande do Sul. Nove mandados de busca e apreensão e 13 de condução coercitiva foram cumpridos em Porto Alegre, Canoas, Estância Velha e Novo Hamburgo, informa a PF.

As investigações começaram em fevereiro, a partir de informações encaminhadas pela própria Caixa. A instituição já havia instaurado procedimento disciplinar para apurar a conduta de empregados em decorrência do grande número de operações de crédito, supostamente fraudulentas, contratadas por empresas junto a determinadas unidades da Caixa, que geraram elevada inadimplência.

A PF identificou que, entre julho de 2012 e novembro de 2013, a organização criminosa utilizou o nome de cerca de 70 empresas para abertura de contas na Caixa, seguida da contratação de empréstimos mediante utilização de documentação falsa.