Não é todo dia que temos a oportunidade de viajar para um destino onde é possível esquiar, mesmo nos dias de verão. Bom, longe da ostentação de St. Moritz fica um verdadeiro paraíso dos esportes de inverno, onde os Rolls-Royce dão lugar a ruas em que praticamente não circulam automóveis. Esta é apenas uma faceta de Zermatt, estância que oferece todo o conforto que o turista de primeira classe merece, mas que mantém uma postura mais discreta, atraindo inclusive muita gente famosa.

Para os brasileiros, há um outro atrativo: mesmo que sazonalmente, Zermatt conta com uma comunidade lusitana que, na pior das hipóteses, pode ajudar a se fazer entender em um país onde o alemão é a língua oficial. E há quem diga que a metade de seus 5.800 habitantes fala português.

Mas onde fica este lugar?

Zermatt fica no cantão de Valais, no sul da Suíça, próximo à fronteira com a Itália. É um distrito de Visp, basicamente, uma cidadezinha no sopé do Monte Cervino – ou Matterhorn, em alemão – um dos pontos mais altos dos Alpes, com 4.478 metros.

Se o leitor achá-lo familiar, não há nada de errado nisso, afinal, é ele mesmo na embalagem do chocolate Toblerone.

Leia mais na edição digital do Hoje em Dia.