O bom desempenho do belga Jérôme d'Ambrosio rendeu elogiou do chefe da Lotus, Eric Boullier. O dirigente acredita que o piloto reserva mereça assumir o posto principal, mas em outro time, pois a escuderia está satisfeita com sua dupla de titulares, Kimi Raikkonen e Romain Grosjean, e trabalha pela renovação de contrato de ambos.

D'Ambrosio foi o responsável por substituir o franco-suíço Romain Grosjean, no último Grande Prêmio da Itália, quando o titular foi punido pela imprudência cometida na largada na etapa da Bélgica, o que provocou acidentes e abandonos de outros pilotos.

"Eu acho que se alguma equipe tinha dúvida sobre ele, agora sabe que Jérôme é rápido, sério e muito profissional e que merece um lugar na Fórmula 1", declarou Boullier ao site britânico Autosport.

D'Ambrosio foi o 13º colocado na classificação da corrida. O chefe da Lotus não poupou elogios ao belga.

"Todo chefe de equipe deve ter notado seu ritmo de corrida competitivo. Na segunda parte da prova em Monza, ele conseguiu melhorar seu ritmo e atacou os rivais. Ele não cometeu erros, teve uma atuação profissional o tempo inteiro", destacou.