Um homem foi preso em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, na última terça-feira (12), suspeito de agredir e matar a mulher dele em cárcere privado.

Segundo a Polícia Civil, as agressões foram tão graves que a mulher teve que amputar uma perna e um dos dedos do pé. O suspeito teria ainda mantido a vítima em cárcere privado por três dias. Ela foi levada ao hospital e obrigada a mentir, dizendo que havia caído no banheiro.

No dia 29 de maio, ele já havia sido autuado em flagrante por agressão, mas foi liberado após uma audiência. Mas agora ele vai responder pelos crimes de ameaça, lesão corporal gravíssima e cárcere privado.