Tida no contexto do turismo ecológico, a pesca esportiva é sem duvida um dos roteiros ideais para os amantes da prática em solo brasileiro. Uma região que cresce a passos largos no país é a Amazônia que proporciona ao viajante um momento único de contato com a natureza, além de belezas naturais, e pode-se também ter contato com comunidades ribeirinhas e tribos indígenas ali presentes. A grande variedade de espécies e ecossistemas faz do local um dos mais procurados no Brasil.

São mais de sete milhões de km² em fronteiras fluviais. Entre os rios mais procurados estão o Rio Sucunduri, Abacaxis, Aripuanã, Roosevelt, Rio Negro, Urubu, Jauaperi, Rio Branco e Rio Itapara. Milhares de pescadores atravessam o mundo para fisgar os enormes Tucanarés e Pirararas, alem das variadas espécies como o Jaú, Cachara, Piraiba e Cachorra presentes nos principais afluentes.

O melhor período para pesca na Amazônia é entre os meses de agosto a dezembro. Para os pescadores de primeira viagem o ideal é praticar o esporte no período diurno, que alem de ser mais seguro são bem proveitosos, já que os peixes mais cobiçados são diurnos.